Let it go: Friends

Encaro esse texto como um verdadeiro desabafo sobre uma das séries que me fizeram ficar apaixonado por séries. Estou falando de Friends, o maior sitcom de todos os tempos, não maior de tempo que a série durou, sim maior pelo seu sucesso e magnitude.

A Sitcom do canal NBC estreiou no ano em que eu nasci, 1994, e contava a história de 6 amigos de Manhattan, eles eram Rachel Green (Jennifer Aniston), Monica Geller (Courtney Cox), Phoebe Buffay (Lisa Kudrow), Joey Tribbiani (Matt LeBlanc), Chandler Bing (Matthew Perry) e Ross Geller (David Schwimmer).

A criação de David Crane e Marta Kauffman conquistou a todos pela sua leveza e inteligência nas piadas. Foi um sucesso que rendeu 10 anos. 10 anos que Friends nos alegraram com seus episódios semanais de meia-hora.

Eu, particularmente, adorava Friends. Comecei a acompanhar a série em 2003, bem perto de ela se encerrar. Mesmo que assistindo dublado pelo SBT conseguia me divertir infinitamente com a confusão que era aquele grupo de amigos. Após ficar um pouco mais crescidinhos, resolvi ver a série completa. Vi e adorei mais ainda, são 10 temporadas ótimas e bem divertidas.

Mas ai começa o motivo de eu estar escrevendo este texto, Friends é uma série muito legal, mas não é nem de perto a melhor Sitcom de todas e também não é tudo isso que falam até hoje.

Eu entendo que pra muitos a série marcou uma geração, mas mesmo assim, essa geração fica para tras e lembrá-la de 10 em 10 minutos a cada conversa sobre séries de comédia fica chato e chega a irritar. Até porque como disse, Friends é uma boa série, mas deve ser tratada apenas como uma boa série, não como a melhor série do mundo.

Além disso, a querida emissora Warner Channel (brasileira) exibe a série em looping há anos em seus horários. Há qualquer momento da tarde, se você colocar na emissora, irá com toda certeza ver um episódio de Friends (quando não vê um de Two and a Half Men, outra série que não entendo a super valorização, mas deixa isso pra outro texto). Chega a ser irritante uma emissora que tem os direitos de tantas outras séries clássicas só me passar Friends em seus horários. Poderia ter uma hora de Friends por dia, seria o suficiente para os fãs.

É isso, mais um texto da “Let it go“, dessa vez sem os tópicos.

Ps: Se há algum motivo que eu ache correto de manter Friends em nossas mentes, tem nome e se chama Courtney Cox.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s