Primeira Temporada: Breakout Kings

Provavelmente você, pessoa normal que adora as séries da FOX, CW, NBC e outras emissoras conhecidas, nunca tenha ouvido falar da série Broakout Kings. Eu mesmo só conheci a mesma quando a Globo resolveu passar ela nas madrugadas, chamando aqui no Brasil de Agentes Fora da Lei. Mas dai tu me pergunta: Porque é importante que eu conheça Breakout Kings? E eu respondo: Porque é, e pronto!

A série que lá fora é transmitida pelo canal A&E é extremamente importante para você caro amigo que gosta de séries policias. Não digo isso porque é uma série que tem casos originais, até por que ela não é, mas é uma série policial que tem personagens muito bem trabalhados.

A trama se foca em um esquadrão da U.S. Marshals que foi criado para capturar fugitivos da prisão. O diferencial dessa equipe, é que ela contará com a consultoria de condenados. A cada fugitivo pego, um mês é descontado de suas penas, mas se caso algum deles tentar fugir, todos voltaram para a cadeia com penas dobradas.

O que torna esse esquadrão diferente são seus ocupantes, Charlie Duchamp (o manda-chuva da equipe e o único que tem voz de comando sobre todos), Ray Zancanelli (um ex-U.S. Marshal que perdeu seu distintivo após roubar dinheiro da cena de um crime, Julianne Simms (a garota com síndrome do pânico que naturalmente comanda a parte das pesquisas do grupo), Shea Daniels (um gângster bastante influente tanto na rua quanto na prisão), Erica Reed (condenada por matar os caras que assassinaram seu pai) e Dr. Lloyd Lowery (um ex-professor/médico especialista em comportamento humano que foi condenado por transcrever receitas ilegais para seus pacientes).

O mágico de Breakout Kings é como a série trabalha o desenvolvimento de cada personagem e como em algumas vezes, a série consegue trabalhar tão bem com o “caso da semana”. As atuações não pecam em nada, principalmente a do ator Jimmi Simpson que vive o Dr. Lloyd Lowery e que com toda certeza é o melhor e mais bem construído personagem da série. Além de ser uma alívio cômico perfeito com seu jeito perfeccionista e crítico, Lloyd tem todo um arco dramático por ter sido “responsável” pela overdose de uma menina de 18 anos.

Eu particularmente não tiraria nenhum personagem do grupo, e nem colocaria mais nenhum, os personagens e atores conseguiram se entrosar lindamente nessa primeira temporada.

Talvez o ponto fraco (e muito fraco) de Breakout Kings seja os “casos da semana”. Muitas vezes as desculpas para as fugas são muito ruins, outras vezes, os fugitivos são chatos. Chegamos ao ponto de termos no meio da temporada uma fugitiva “Famme Fatale” e poucos episódios depois, um fugitivo com o mesmo perfil. Vale dizer que ambos são os dois piores episódios da temporada.

Mas o legal é que nunca é um tempo perdido. Além do entretenimento garantido, os episódios ruins sempre acabam nos mostrando a faceta de um personagem em alguma situação, como Jules nervosa por ter sido obrigada a mentir para o grupo sobre o encontro amoroso de Shea.

Eu diria que Breakout Kings é uma série mais de personagens do que uma série policial. É uma ótima pedida pra quando tu tiver sem muito o que ver, pela temporada ter apenas 13 episódios. Vale dizer também que a série é produzida pelo mesmo grupo que nos trouxe Prison Break há alguns anos atrás, e que ela se passa no mesmo “universo” da série de Paul Scheuring, pois no terceiro episódio, o caso da semana é nada mais, nada menos que Theodore “T-Bag” Bagwell. Episódio esse que é um dos melhores episódios da série e que conta com uma atação fantástica do ótimo Robert Knepper. Agora nos resta rezar para que na segunda temporada da série tenhamos mais uma participação de mais algum fugitivo de Fox River.

A segunda temporada está sendo exibida pelo canal A&E nos Estados Unidos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s